YouTube fortalece e amplia projeto de diversidade


O projeto Play de Verdade, criado pelo YouTube com a proposta de ampliar as discussões sobre questões de gênero, justiça racial, igualdade e inclusão, foi ampliado em 2021 para ganhar mais abrangência e ampliar a produção de conteúdo de junho até dezembro. A iniciativa negociou seus espaços publicitários em tempo recorde. O projeto conta com patrocínio master do Bradesco e terá, como cotistas standard, a


e o Mercado Livre.

O projeto foi criado em 2018 e, até então, era divido em duas partes: uma focada em Pride, em junho, e outra no final do ano, destacando a questão racial, que acabou, posteriormente, originando o YouTube Black. Agora em 2021, o Play de Verdade começa com a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, no dia 6 de junho, e se estende ao Youtube Black no Dia da Consciência Negra. A edição do projeto conta com lives, vídeos collabs, documentários e outros conteúdos, tudo isso produzido pelo Dia Estúdio.

A proposta do YouTube é trazer maior relevância aos temas, com mais tempo para conectar as marcas às questões. Para os patrocinadores, a plataforma oferecerá, além da exposição de marca com logos, envolvimento com os influenciadores e produção de branded content, uma consultoria com as criadoras Nátaly Neri e Lorelay Fox.

“Percebemos nos anos anteriores que as marcas aproveitavam os momentos em que a mídia estava falando dos assuntos, mas isso não trazia legitimidade para a marca se associar a pauta. Então, quisemos criar um projeto mais robusto para trazer essa voz para o YouTube. Além disso, percebemos também um certo receio do mercado em trabalhar a pauta, não por não querer, mas por não saber como se comunicar. Então, a ideia de trazer a Nátaly e a Lorelay é para dar a tranquilidade de que elas vão auxiliar as marcas a acertarem o tipo de linguagem e a comunicação ideal” conta Alessandra Gambuzzi, diretora de projetos de conteúdo do Google.

Esse movimento do YouTube busca uma abordagem contínua dos temas e quer trazer as marcas cada vez mais perto das questões, não apenas como patrocínio, o que acaba sendo, também, uma oportunidade de negócios. Segundo a pesquisa Google Consumer Survey, de 2019, 55% das pessoas preferem comprar de uma marca que mostre positivamente a cultura negra e, de acordo com o estudo Oldiversity 2020, realizado pelo grupo Croma, 60% das pessoas não consomem de marcas com comportamentos preconceituosos.

“Nunca foi tão importante escutar novas vozes, para que possamos seguir rapidamente com as mudanças de comportamento necessárias para nossa sociedade. O projeto Play de Verdade é uma excelente oportunidade para que grandes marcas, como Johnnie Walker, possam amplificar as vozes de pequenos criadores de conteúdo, a fim de viabilizá-los como negócio” comenta João Victor Guedes dos Santos, head de Johnnie Walker para Paraguai, Uruguai e Brasil na Diageo.

Para Alessandra, esse é um momento muito importante, pois,01 depois de quatro anos de projeto, o YouTube vai conseguir abordar a causa de uma forma mais abrangente e com o mercado entendendo essa necessidade. “Foram anos de muita luta para que essas pautas se tornassem relevantes dentro do mercado publicitário e acho que hoje existe um olhar muito mais assertivo de que isso realmente faz parte da comunicação das marcas” diz.

FONTE: Meio & Mensagem