Brasileiros têm dificuldade em adotar práticas de consumo consciente

November 21, 2019

Segundo pesquisa feita pela CNDL/SPC Brasil, a maioria dos brasileiros encontra dificuldade para adotar práticas de consumo consciente. O estudo da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) foi realizado em todas as capitais do país, onde a maioria dos entrevistados (97%) tem alguma dificuldade para adotar práticas de consumo consciente.

 

As principais barreiras encontradas pelos brasileiros são alto preço de produtos orgânicos (37%); obstáculos para separar o lixo (32%); não conseguir reduzir a quantidade de lixo gerado (30%); e não conseguir engajar vizinhos nessa prática (30%). Outro dado mostra que 58% dos brasileiros entrevistados são considerados consumidor em transição, que são os que mantém práticas de consumo consciente com menos frequência que a desejada.

 

 

 

 

Por outro lado, 29% deles estão dentro do perfil de consumidor consciente, com práticas rotineiras de consumo consciente. A pesquisa também mostra que 41% dos brasileiros associam o consumo consciente a atitudes como evitar desperdícios e compras desnecessárias. Além disso, 32% acreditam ser necessária a reflexão sobre as consequências de uma compra e seus impactos sociais, ambientais e econômicos.

 

Em relação a auto avaliação sobre práticas de consumo consciente em escala de 1 a 10 a nota média atribuída aos entrevistados foi de 7,7. Para 75% dos participantes da pesquisa, na hora de comprar algum item os produtos fabricados por empresas socialmente responsáveis, que investem em projetos sociais ou ambientais, são os preferidos.

 

Segundo 89% dos entrevistados, conhecer a origem dos produtos é um diferencial de valor, principalmente os itens industrializados (45%), animais (39%) e orgânicos (37%). Considerando a importância da origem dos itens que vão à mesa do consumidor, mais da metade (53%) mencionou querer assegurar que os alimentos farão bem à saúde. Já 47% disseram buscar mais segurança sobre a qualidade dos produtos.

 

É quase unanimidade (98%) entre para os brasileiros a importância de adotar atitudes, mudar o estilo de vida e promover atos sustentáveis. Para 45% a principal ação é evitar compras por impulso, enquianto outros 45% creem na reutilização e reciclagem de materiais descartados.

 

Em relação ao comportamento dos brasileiros em relação à preservação do meio ambiente e ao uso racional de energia elétrica, os hábitos mais comuns envolvem apagar as luzes (96%); controlar o valor das contas do mês (93%); doar ou trocar um item ao invés de jogar fora (89%); além de dar preferência a produtos com embalagens recicláveis (83%). Ao todo foram entrevistados 837 consumidores com mais de 18 anos, de ambos os gêneros e de todas as classes sociais, entre maio e junho deste ano, nas 27 capitais brasileiras.

 

Fonte: Mundo do Marketing

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon