o futuro do marketing digital

April 4, 2018

Dentro de tantas possibilidades que a internet oferece, como decidir quais são as estratégias que mais se encaixam dentro do seu estilo de negócio? Como reconhecer quais ferramentas deverão receber um maior investimento devido ao seu alto potencial? A resposta começa com um play.

O tráfego dedicado ao consumo de vídeos online vai chegar a 80% em 2019. Seja por séries na Netflix, vídeos no Youtube ou microvideos no Instagram e Snapchat, esse tipo de conteúdo é cada vez mais comum e naturalizado. O próprio Facebook está investindo pesado em vídeos e, dentro de sua plataforma, já ultrapassou seu maior concorrente, Youtube.

 

 


 

Se antigamente víamos os blogueiros como figuras de autoridade na internet, hoje os vloggers são os grandes produtores de conteúdo capazes de arrastar multidões com mais competência que artistas de Hollywood.

É neste momento que se destacam as iniciativas de pequenas e médias empresas que investem em produções modestas, com uma narrativa emocionante e um storytelling criativo e, dessa forma, conseguem transformar sua mensagem em um conteúdo interessante e compartilhável, gerando engajamento e um alto potencial de “viralizar” pela rede.

A verdade é que o usuário já está cansado de receber apenas conteúdos inertes e de mão única. Ele quer interagir, conversar, fazer parte, se sentir imerso. Estar atento ao que acontece na internet e na sociedade, normalmente, já é o necessário para criar um vídeo capaz de emocionar e impactar as pessoas.

E ainda temos o fato da capacidade de segmentação e análise. Nunca antes foi possível segmentar tão bem o público a quem sua mensagem é destinada. Com o marketing digital, especialmente com o vídeo marketing, as possibilidades de segmentação de público são imensas e isso possibilita que você converse com quem precisa, sobre o que precisa, exatamente quando precisa.

Além disso, é possível ter acesso a dados de acesso muito precisos sobre quem assistiu seus vídeos de forma a obter métricas exatas da performance de sua campanha, o que permite que decisões futuras relacionadas a investimentos sejam menos empíricas e possibilitem uma maior assertividade.

Existem diversas formas de aplicar o video marketing na estratégia de marketing de conteúdo da sua empresa em diversas etapas. Por exemplo:

 

Unboxing de produtos, reviews e comparativos

Diversos produtores de conteúdos individuais se especializam em gravar vídeos tirando produtos das caixas, assim que os recebem, para mostrar aos usuários um pouco da experiência de receber o produto em casa. Além disso, eles falam sobre as especificações técnicas e os comparam com outros tipos de produtos do mercado. É uma ótima maneira de demonstrar autenticidade, além de ser um tipo de vídeo que possui um alto volume de buscas no Youtube, por exemplo.

 

Tutoriais e receitas

Ao invés de apenas realizar vendas, por que não ensinar seu público a utilizar seu produto? Ou, melhor ainda, ajudá-lo a encontrar diversas formas de aproveitar melhor aquilo que o produto pode oferecer. Ensinar receitas diversificadas é uma excelente maneira de fidelizar sua audiência e demonstrar autoridade em seu segmento.

 

Depoimentos de clientes

Uma indicação fala mais do que mil propagandas. Por isso os depoimentos de clientes, quando são sinceros, conseguem trazer um retorno muito interessante.

 

As possibilidades são muitas e com criatividade, pesquisas, conhecimento sobre mercado e utilização das ferramentas corretas é possível criar campanhas sensacionais que vão emocionar, divertir, entreter e informar seu cliente, melhorando a imagem de sua marca e, claro, seu número de vendas.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon